sexta-feira, 9 de novembro de 2012

BOMBA: Advogado Afirma Que Eliza Samudio Está Viva na Bolívia !!


O caso envolvendo o goleiro Bruno (foto abaixo) e Eliza Samudio pode sofrer uma grande reviravolta no julgamento, que está marcado para o dia 19 de novembro. Isso porque o advogado do jogador, Francisco Simim, revelou em entrevista ao jornal MAIS que a modelo mudou de nome e ainda está viva.

 Confira! 

De acordo com o advogado, a modelo, que desapareceu em junho de 2010, conseguiu um passaporte falso e viajou para Bolívia, onde se hospedou em um hotel na cidade de Guayaramirin. Eliza Samudio também teria mudado de nome, passando a se chamar Olívia Guimarães Lima. Simim revelou que as informações foram passadas pelo padrasto de Bruno, Luiz Henrique Timóteo, que está preso.

"Ela foi para Governador Valadares e pagou R$ 4 mil para conseguir um passaporte falso. Com isso, ela foi para a Bolívia e ficou em uma cidade chamada Guayaramirin. O nome dela hoje é Olívia Guimarães Lima e está em algum lugar do mundo", afirmou o advogado.

Francisco Simim também espera conseguir adiar o julgamento, que está marcado para o próximo dia 19. O advogado de defesa do goleiro pretende viajar para Belo Horizonte ainda nesta sexta-feira para se reunir com a juíza e fazer o pedido.

Entenda o caso !

O escândalo envolvendo o sumiço de Eliza Samudio teve início no dia 24 de junho de 2010, quando a polícia de Minas Gerais passou a dar a modelo como desaparecida. A polícia recebeu algumas denúncias de que a modelo paranaense havia sido espancada e assassinada por Bruno e mais dois amigos.

A modelo teve um relacionamento com o jogador no ano passado, quando acabou engravidando. Toda a história começou justamente nesta gravidez. Segundo as acusações de Eliza, que chegou a procurar a polícia no ano passado, o jogador era contra o nascimento da criança e a teria agredido para que tomasse remédios abortivos.

Desde então, os dois travaram uma briga na Justiça. Após o nascimento do filho, que atualmente tem quatro meses, Eliza cobrou exames de paternidade e havia um processo da modelo contra o jogador para discutir a pensão alimentícia.

Por conta de todo este imbróglio, Bruno passou a ser considerado o principal suspeito pelo crime, a partir das denúncias do dia 24. Buscas passaram a ser feitas nas propriedades do jogador e até sua esposa Dayane Souza chegou a ser presa, após o filho de Eliza e do goleiro ser encontrado na casa da mesma.

Após muitas especulações, buscas e até vestígios de sangue encontrados no carro do atleta, na manhã desta quarta-feira, Bruno e Macarrão tiveram suas prisões decretadas. Tudo por conta dos relatos de um menor, que teria participado do crime. O adolescente de 17 anos fez um depoimento detalhado sobre o assassinato da ex-amante do jogador.

No longo relato do jovem, consta que Bruno não participou diretamente do assassinato, mas teria mandado ele e Macarrão resolverem a situação. Eliza, então, teria sido levada a um homem conhecido como Bola e Paulista, que a teria enforcado com uma gravata e esquartejado seu corpo.



Fonte: Site Futebol Interior
Edição: Jurandir Viana

Nenhum comentário:

Postar um comentário